O Caminho….

Estava a sair de mais um dia de trabalho do Shopping do Bom Sucesso e quando passava pela rotunda da Boavista algo ficou muito negro, havia luz mas o clima tornou-se pesado e intenso  algumas pessoas tinham receio de passar por aquele lugar de noite ora porque havia assaltos, ora porque os desamparados da sociedade encontravam-se, o monumento estava ainda mais sombrio as figuras de guerra demonstravam ainda mais o horror . O meu coração acelerou fiquei mais frio e aprecei o meu passo e derrepente salta uma sombra do meio da representação de guerra e vêm em contra mim o medo que nesse momento tomava conta do meu corpo e alma não entendia se ela flutuava ou corria para mim, paralisei e quando ela me puxou com toda a força sussurrando-me ao ouvido:

-Está na hora de  conheceres a verdade….

Acordei com muito frio sem saber onde estava, o meu corpo dói-a intensamente, com os olhos semiabertos fui tomando consciência do espaço, estava num túnel rochoso e comecei a andar meio as apalpadelas, não demorou muito até encontrar uma entrada iluminada e muito familiar a porta encontrava-se um vulto de forma ríspida como se tivesse ali a guardar algo muito importante. E era muito importante afinal ele estava a guardar o meu templo o mesmo que eu criei quando andava numa escola mística…

Leave a Reply